Madeira Vecchio, o toque sutil de rusticidade numa casa moderna em Minas

Revestimento cimentício reproduz com perfeição o aspecto da madeira de demolição, dando aconchego a espaço integrado perfeito para bons encontros

O equilíbrio entre o rústico e o moderno, entre o imponente e o aconchegante, muitas vezes é bem difícil de alcançar. Ainda mais em espaços amplos e integrados, em que o olhar precisa ser capturado pelos elementos certos e, no dia a dia, o uso do ambiente tem que ser prático e, ao mesmo tempo, prazeroso.
Desafio que a arquiteta Fernanda Lohmann, do escritório Lohmann Design, Arquitetura e Interiores, de Pouso Alegre/MG, abraçou com muita criatividade e olhar apurado, visando atender os desejos dos clientes, um jovem casal que trabalha muito e tem um filho de um aninho de idade.

Os clientes, que construíram a residência em Iraí, a 50 minutos de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, têm gosto eclético. “Eles apreciam vários estilos, do clássico ao moderno, ficam fora a trabalho o dia todo e gostam de receber, mas também desejam muito bons momentos de sossego”, conta Fernanda, que projetou o imóvel.

Com 258m², ele consiste em uma casa térrea contemporânea, com uma volumetria determinada pelas diferentes alturas de pé direito, e também com um paisagismo bastante presente, com intuito de se integrar à casa. “Eles queriam uma casa confortável, não muito grande, funcional, integrada e térrea. Uma casa que fosse imponente, marcante. Acredito que o ponto de partida e a característica mais marcante do projeto foi a volumetria, e por ser uma construção de esquina”, conta a profissional.

E o muro virou atrativo especial

Como o projeto segue um estilo moderno por conta da integração dos ambientes, com toques clássicos na escolha da paleta de cores e ambientações, Fernanda optou pelo revestimento Madeira Vecchio, da Nina Martinelli, para agregar ao muro que é visto da varanda gourmet, um toque rústico, reservado para alguns detalhes muito bem definidos.
Feito em concreto arquitetônico, o Madeira Vecchio é apresentado nas dimensões 100 X 20 X 2,5 cm, e resulta de vários anos de pesquisas da empresa, que chegou a produtos como esse, que impressiona pelo realismo.

Disponível nas cores Mogno, Tabaco, Amêndoa e Canela, esta última a que Fernanda escolheu para o projeto, o revestimento é inspirado em texturas naturais, como a dos pedaços de madeira de demolição lindamente esculpidos pelo tempo. E garante um efeito surpreendente nos ambientes onde é aplicado, seja na parede ou no chão.

“Foi amor à primeira vista, quando os clientes conheceram o produto”, conta Fernanda, que o aplicou em seções do muro, na paginação de amarração. “Assentamos exatamente conforme as instruções e o pintor finalizou com a resina que acompanha o produto. Ficou maravilhoso”, comenta a profissional. “Os clientes também amaram. Amigos e conhecidos também gostaram muito e sempre perguntam qual é o revestimento ali utilizado, ficando surpresos quando percebem que não é madeira, já que imita perfeitamente esse material”, finaliza.


 


Varanda gourmet integrada ao espaço externo – Casa em Iraí/MG
Revestimento Madeira Vecchio
Projeto: Fernanda Lohmann – @lohmanndesignarquitetura
Fotos: Elisa Nakaguma  – @elisa.nakaguma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *